sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Rosh HaShanah e Yom Kippur


Em Rosh Hashaná, após a prece da noite, cumprimentamos todos falando: Leshaná Tová Ticatêv Vetechatêm (que sejas inscrito e selado para um ano bom). Mas o que faz de um ano bom? Que mudanças queremos para esse ano? Mais do que as mudanças que buscamos para o ano novo, precisamos ver as mudanças que já passamos ao longo dos anos. Vamos nos inspirar na história de nossos patriarcas...

Abraão vivia bem em Ur, mas chamado pelo Eterno, ele teve que optar entre seguir a vida, ou MUDAR. Mas ao mudar, não sabia de tudo que o esperava.

A Torah declara em Gn25:7,8 que Abraão morreu feliz, aos 175 anos. Deus fez dele pai de uma grande nação. Mas se ele não tivesse aceitado MUDAR para algo novo, o que seria dele? Talvez um bom homem, casado com Sarah, que morreria sem filhos.

Jacó, a segunda geração após Abraão, saiu de casa fugido do irmão gêmeo, e na casa de Labão, nao se deu conta, mas Deus estava mudando sua vida, até que quando saiu, percebeu a mudança e disse: “sou indigno de todas as misericórdias e de toda a fidelidade que tens usado para com teu servo; pois com apenas o meu cajado atravessei este Jordão; já agora sou dois bandos.” (Gn 32:10)

Mas de repente Jacó viu os rumos de sua família se desviarem, Diná foi seduzida, Simeão e Levi se tornaram conspiradores da morte de um povo todo, os siquemitas. Era preciso uma mudança. Para uma mudança verdadeira, Yaakov nos ensina que precisamos de três coisas:

Gn 35:1-3 - Disse Deus a Jacó: Levanta-te, sobe a Betel e habita ali; faze ali um altar ao Deus que te apareceu quando fugias da presença de Esaú, teu irmão. Então, disse Jacó à sua família e a todos os que com ele estavam: Lançai fora os deuses estranhos que há no vosso meio, purificai-vos e mudai as vossas vestes; levantemo-nos e subamos a Betel. Farei ali um altar ao Deus que me respondeu no dia da minha angústia e me acompanhou no caminho por onde andei.

1) Lançar fora os deuses estranhos.

2) purificai-vos.

3) mudar as vossas vestes.

 

Uma mudança no sentido contrário não subsiste. Só aí podemos construir um Altar ao Eterno. 

Rm 12: 2 - E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

Renovar a nossa mente, abrir mão de velhos costumes, tradições, idéias e transformarmos para experimentar a vontade boa e agradável e perfeita do que HaShem quer para nós.

Jl 2:12-16 - Ainda assim, agora mesmo, diz o SENHOR: Convertei-vos a mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns, com choro e com pranto. Rasgai o vosso coração, e não as vossas vestes, e convertei-vos ao SENHOR, vosso Deus, porque ele é misericordioso, e compassivo, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e se arrepende do mal. Quem sabe se não se voltará, e se arrependerá, e deixará após si uma bênção, uma oferta de manjares e libação para o SENHOR, vosso Deus? Tocai a trombeta em Sião, promulgai um santo jejum, proclamai uma assembléia solene. Congregai o povo, santificai a congregação, ajuntai os anciãos, reuni os filhinhos e os que mamam; saia o noivo da sua recâmara, e a noiva, do seu aposento....

Mas e aí, se eu mudo, o que acontece?

Jl 2:23-27 - Alegrai-vos, pois, filhos de Sião, regozijai-vos no SENHOR, vosso Deus, porque ele vos dará em justa medida a chuva; fará descer, como outrora, a chuva temporã e a serôdia As eiras se encherão de trigo, e os lagares transbordarão de vinho e de óleo. Restituir-vos-ei os anos que foram consumidos pelo gafanhoto migrador, pelo destruidor e pelo cortador, o meu grande exército que enviei contra vós outros. Comereis abundantemente, e vos fartareis, e louvareis o nome do SENHOR, vosso Deus, que se houve maravilhosamente convosco; e o meu povo jamais será envergonhado. Sabereis que estou no meio de Israel e que eu sou o SENHOR, vosso Deus, e não há outro; e o meu povo jamais será envergonhado.

Sempre é tempo de mudar, mudar o que vale a pena mudar, converter nosso coração e ser abençoado pelo Eterno.

Assim, teremos nosso nome inscrito e selado para um ano bom... maravilhoso, agradável... e quem sabe, HaShem nos permita perceber o quanto a mudança valeu a pena!

Se você já serve ao Eterno, é tempo de refletir, como Yaakov, no quanto você já teve sua vida mudada, quantas bênçãos recaíram sobre sua vida e família. Mas por outro lado, se passa por dificuldades, talvez seja tempo de uma mudança verdadeira. Esses dias de introspecção estão aí para nos fazerem refletir, lançar fora os deuses estranhos, purificarmo-nos e aí sim, mudarmos de roupa, exterior.

Mudemos por dentro e veremos que por fora, nossa roupa não fará tanta diferença assim. Shanah Tovah! E que o Yom Kippur marque um jejum verdadeiro, de santidade, e de MUDANÇAS! Pessoas se preocupam com mudanças exteriores, pessoas sábias se preocupam com o interior.

Um comentário:

Jisohde G. Posser disse...

Tenho total respeito, consideração e admiração pela religião e pelo povo Judeu, pouquíssimo conhecimento e Muita curiosidade!Gostaria de acompanhá-lo lendo as suas escritas no Blog sendo um seguidor, porém não consegui aderir, Tenho blog's de diversos tema, e já estou seguindo-o pelo facebook (Jisohde G. Posser), sou admirador de tudo que fazes, e estarei entrando aqui para ler, mesmo não entendendo muito. Obrigado. Jisohde G. Posser - 21/09/2012.